Nothobranchius guentheri 

notho_guentheri_zanzibar_m_3
Descrição original Pfeffer, G. 1893. Ostafrikanischer Fischegesammelt von Herrn Stuhlmannim Jahre 1888-1889. Jahrbuch Hamburger Wiss. Anstalt, 10 (2): 39.
Subgénero Adiniops Myers, 1924
Etimologia Em honra do Dr. Albert C.L.G. Günther, zoólogo alemão, ligado ao Museu Britânico de História Natural, Londres (1830 – 1914) e autor do catálogo de peixesdo museu britânico em 1866.
Localidade tipo Ilha de Zanzibar, Tanzânia
Populações e códigos Zanzibar, TAN 97/2
Comprimento do macho 5,5 cm
Comprimento da fêmea 5 cm
Habitat
e distribuição
Habita lagoas temporárias de água doce perto da costa. Restringido à ilha de Zanzibar, Tanzânia
Manutenção Espécie de manutenção de dificuldade fácil em termos de Nothobranchius. Pode ser mantido em casais, trios ou grupos alargados na maioria das águas desde que não se atinjam extremos.
Reprodução Deposita os ovos em substracto vegetal (turfa ou fibra de coco) colocado numa pequena caixa no fundo do aquário. Passados alguns dias o substracto de postura é recolhido e os ovos colocados a incubar num saco de plástico. A incubação demora normalmente entre um mês e três meses consoante a temperatura de incubação e a humidade presente no substracto.
Temperatura (ºC) 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20. 21. 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28. 29. 30. 31. 32. 33. 34. 35
pH 5.4 – 5.6 – 5.8 – 6.0 – 6.2 – 6.4 – 6.6 – 6.8 – 7.0 – 7.2 – 7.4 – 7.6 – 7.8 – 8.0 – 8.2 – 8.4
Iluminação muita intensidade – média intensidade – pouca intensidade – luz difusa
Aquário (capacidade mínima) 10L; 20L; 30L; 50L; 100L
Observações Os recém-nascidos podem ser alimentados com náuplios de artémia desde o nascimento. Recomenda-se trocas frequentes de água entre 30% a 90%. Espécie de crescimento rápido e vida curta.
Nothobranchius guentheri
notho_guentheri_zanzibar_m_3notho_guentheri_zanzibar_f_1notho_guentheri_m_3

Nothobranchius guentheri

0