Carregando conteúdos...
...Por favor aguarde!
English
Notí­ciasAgendaOutros SitesPesquisaContactosLivro de Visitas
 
toplogo
   
Fichas Técnicas
  Aphyosemion bualanum Ahl, 1924  
Primeira descrição

Ahl, E. 1924. Zur Systematik der altweltlichen Zahnkarpfen der Unterfamilie Fundulinae. Zoologischer Anzeiger 60 (1-2): 54-55

Etimologia bualanum = com origem em Buala
Localidade tipo

O-Sangha Uham, 1200m acima do nível do mar, Buala, savana, Camarões (15º 37' E; 06º 23' N)

Subgénero Kathethys Huber 1977.
Dados merísticos

D 10-12, A 15-17, Sc 28-31, D/A = 1/6 (Radda & Purzl, 1987)

Cromosomas

n = 19-20, A = 33-34 (Scheel, 1968, 1974, 1990), variável ao nível de população

Escamas frontais Tipo G
Comprimento 4.5 - 5.0 cm
Habitat e distribuição

Riachos pequenos, ribeiros e pântanos na savana aberta e húmida nas terras altas dos Camarões. Encontra-se na parte superior do Rio Mbam no Este da Nigéria, nos sistemas hidrográficos dos rios Mbam, Sanaga superior e Mambere superior no centro e Oeste dos Camarões e na parte superior do sistema hidrográfico do Rio Mambere no ocidente da República Centro Africana.

Descrição

Uma espécie de Aphyosemion esguia de tamanho moderado e com grandes barbatanas ímpares adornadas por longos filamentos.

Manutenção e reprodução

Espécie de dificuldade moderada e apenas recomendada para aquariófilos com alguma experiência. O grau de dificuldade na reprodução é muito variável dependendo da população.Para a reprodução aconselha-se a utilização de um aquário pequeno (cerca de 10 litros), com "mops" como meio de postura. Os ovos são aí depositados, na sua maioría perto da superfície mas também no restante mop que deve ter o comprimento equivalente à altura do aquário. Os ovos devem ser retirados para incubação em turfa húmida ou água.O tempo de incubação em água é de cerca de 12-14 dias. Os alevins podem comer nauplios de artémia, ou outra comida viva com as mesmas dimensões, assim que nascem. O crescimento é bastante lento e podem levar 7 a 8 meses para atingirem a maturidade sexual e o tamanho adulto será alcançado ainda mais tarde.

Temperatura (ºC) 10.11.12.13.14.15.16.17.18.19.20.21.22.23.24.25.26.27.28.29.30.31.32.33.34.35
pH    5.4 - 5.6 - 5.8 - 6.0 - 6.2 - 6.4 - 6.6 - 6.8 - 7.0 - 7.2 - 7.4 - 7.6 - 7.8 - 8.0 -8.2 - 8.4
Observações

A nomenclatura desta espécie tem estado envolvida em polémica e confusão desde há uns anos a esta parte. Consultando diversa bibliografia constata-se facilmente que não existe consenso entre as diversas personalidades geralmente tidas como especialistas em assuntos relacionados com a sistemática dos killies. Assim, para esta espécie, alguns consideram válido o nome Aphyosemion bualanum e outros Aphyosemion elberti. Para o aquariófilo comum (geralmente sem formação específica em Biologia) torna-se imperativo escolher uma referência - um autor a quem reconheça idoneidade e competência - e seguir as suas indicações de modo a manter alguma coerência. Como referido na página anterior, a nomenclatura e sistemática aquí utilizadas são, sempre que possível, de acordo com o que está publicado no KILLI DATA 2000 pelo Dr. Jean H. Huber.  

Para uma análise mais aprofundada sobre esta matéria consulte o artigo "Aphyosemion bualanum, Aphyosemion elberti, ou ...?"

Voltar

Mês AnteriorAgosto, 2017Mês Seguinte
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31