Autor Tópico: Associação de killifilia brasileira?  (Lida 137 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

NGE

  • Sócio APK
  • *
  • Mensagens: 147
  • País: Portugal
Associação de killifilia brasileira?
« em: Junho 13, 2017, 00:01:16 am »
Existe alguma associação de killifilia brasileira ou acabaram?
José Duarte
APK 411

Paulo José Alves

  • Sócio APK - Dir.
  • *
  • Mensagens: 1495
Re: Associação de killifilia brasileira?
« Responder #1 em: Junho 13, 2017, 11:42:32 am »
Olá

Existia uma associação, até tenho uma t shirt deles que me ofereceram. No entanto tenho algumas duvidas que fosse uma associação legalmente registada. A informação que tenho é que já não existe. No Rio de Janeiro e em São Paulo existem grupos de killiófilos mas que eu saiba não estão organizados.

Abraço
 Paulo José

NGE

  • Sócio APK
  • *
  • Mensagens: 147
  • País: Portugal
Re: Associação de killifilia brasileira?
« Responder #2 em: Junho 13, 2017, 12:20:03 pm »
Frequento um forum brasileiro de aquariofilia (desconfio que é o ultimo "vivo").
Dizem por lá, que não encontram nenhum grupo de killifilia como alguns anos atrás e é difícil encontrar killis.
O Brasil tem killifish e sei que de tempos a tempos são encontradas novas espécies.
Eles indicaram que existe leis que proíbem a comercialização do que é nacional (neste caso brasileiro), mas se importarem de outros países já pode ser feito comercio. Falamos de espécies endémicas na região.

Para além de fazer pouco sentido à primeira vista, parece ser um factor de protecção ecológico. Impedindo que meia população do Brasil venda até à exaustão todo o "património" natural, no entanto temos empresas europeias (para não citar nomes) e norte americanas que exploram esses recursos biológicos/ecológicos por determinadas cotas pagas.

Em exemplos que conheço no nosso país, parece que a lei funciona mais ou menos da mesma forma. Sendo a única diferença que não existem killis "nacionais" (acho que existe killis em Espanha ou estou enganado?). Entendo que sirva para conservar, mas ninguém liga quando se fazem minis barragens, que impede o fluxo normal dos peixes.
Essa separação a longo prazo não dará origem a novas mutações e talvez a novas espécies?

Por vezes é difícil entender onde vivemos e se as leis devem ser respeitadas.
José Duarte
APK 411

Paulo José Alves

  • Sócio APK - Dir.
  • *
  • Mensagens: 1495
Re: Associação de killifilia brasileira?
« Responder #3 em: Junho 14, 2017, 12:01:36 pm »
Olá

No Brasil são descritas todos os anos uma catrefada de novas espécies de killies. A legislação brasileira proibe a captura e posse da maior parte dos killies do país. Talvez por isso os killiofilos brasileiros são discretos e não aparecem muito, outra explicação será que são afectados pela crise aquariófila e killiófila que atinge a maior parte dos países. Agora que há kiliófilos que têm e capturam killies não há duvida, eles conhecem-se e organizam capturas, não serão muitos mas existem no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Abraço
Paulo José

NGE

  • Sócio APK
  • *
  • Mensagens: 147
  • País: Portugal
Re: Associação de killifilia brasileira?
« Responder #4 em: Junho 18, 2017, 12:31:04 pm »
É triste, muito triste fiquei a saber que em varias zonas do Brasil existe uma destruição avassaladora dos habitats dos killifish.
Biotopos de Inoã, Araruama, "atlântico jardim", Itaipuaçu, Porto Alegre, Vale do Paraiba, entre outros estão a ser riachos tapados, floresta queimada, exploração de saibro.

José Duarte
APK 411

LucianoGarcia

  • Sócio APK
  • *
  • Mensagens: 7
  • Localidade: São Paulo
  • País: Brasil
Re: Associação de killifilia brasileira?
« Responder #5 em: Junho 18, 2017, 20:57:25 pm »
Existia até dois anos atrás a UBK (União Brasileira de Killifilia), e como estou a poucos meses no Hobby e não cheguei a fazer parte da UBK. A entidade acabou por vários problemas, seja por conta da Legislação brasileira que dificulta a criação de killies brasileiros, seja por problemas pessoais...

Há alguns grupos fortes de killifilia mas que se organizam ou mantém contato apenas pelo aplicativo whatsapp (do qual o José Duarte participa). Eu mesmo faço parte de um grupo bem grande com presença pessoas de varias regiões de Brasil, como também temos um grupo de leilões.

Estamos mantendo uma regularidade de encontros como espaço de conversa e lazer, mas já estamos pensando em voltar a fazer encontros mais formais a partir da região onde vivo (São Paulo).

Independente da falta de uma entidade organizativa, muitos amigos tem saído para fazer coletas e inclusive descoberto e redescoberto novas espécies e populações. Temos recebido muito apoio e também ajudado muito ao amigo Dalton Nielsen que sempre nos ajuda na identificação das espécies e na descrição delas.

Estamos com uma preocupação com algumas espécies do Rio de Janeiro em que os biótopos estão sofrendo muito com a ação humana.